Ao próximo


inclusão de verdade
é o ouvinte falar libras
e isso não ser novidade
é o vidente aprender braille
na escola desde cedo
para texto virar textura
bem na ponta do dedo
é a morte do medo
que nos ensinaram
a nutrir pelas diferenças
que não conseguiram amar
e por isso amá-los
ainda mais