Ins-piração


a palma sativa em cena
ao vento acena um adeus
sem seiva, sem esmeralda
seduz com olhar de outono
no reencontro a seca folha
crepita e ascende ao juízo
rodopiando no ar
pela parte de trás dos olhos
janelas de fitar encarnado
evidenciam um forte pulsar
essência que tinge o ar
com grisalha inspiração
fora palma, semeou a calma,
elevou a alma
ensinou a voar.