Cazuza


Se o acaso causasse
Tristeza intrusa
Minha branca blusa
Pintaria de blues
E cantaria nas encruzilhadas
Do ocaso, acusando
O causador, o caçador
Que abusa da sorte
E se recusa a fitar ao norte
O voo da ariana ave
Que cruza um tempo que não para
E pra sempre voará leve
Leve, leve...