Manoel de jarros


a borboleta macho
se alimenta de barro
e a fêmea
de flor
quando amam
fazem de jarro
os olhos que
furtam sua cor